URGENTE

CASOS DE GRIPE H1N1 LEVAM À INTERDIÇÃO DE CRECHE EM RIO BRILHANTE

Publicados
















Após negar por vários dias que haveria qualquer risco de epidemia, Prefeito decide interditar creche por casos recorrentes de Gripe H1N1 3 casos já estão confirmados.

Por  Melissa Daiane – Maikon Junior / Rio Brilhante em Tempo Real

DSC04797

Creche interditada em Rio Brilhante por causa da Gripe H1N1, Fotos Maikon Junior

Desde a semana passada circulava em nossa cidade boatos fortes a respeito de casos de gripe H1N1 que teriam sido diagnosticados em uma creche municipal. Inclusive há relatos de que o Hospital e Maternidade Rio Brilhante estava com pacientes em isolamento por suspeita de contaminação do vírus.

No entanto, em momento algum houve qualquer tipo de orientação aos pais ou mesmo aos servidores de qualquer creche ou escola sobre as atitudes a tomar. Ao contrário, a maior preocupação da Administração Municipal foi em buscar, de todas as formas, “esconder” a situação. Nem mesmo os funcionários da creche onde foram comprovados os casos receberam orientações.

Tanto que ontem (17/maio) todos os pais enviaram seus filhos normalmente à creche e os retiraram no horário normal, sem qualquer tipo de orientação sobre a gripe H1N1. Na noite desta terça-feira, porém, os funcionários e os pais das crianças foram surpreendidos com o comunicado postado na página do Facebook do Prefeito Municipal (abaixo o post na íntegra).

e79b3463-5954-4e0d-802e-e10233686509

Postagem feita pelo Prefeito ontem no facebook

No comunicado, o Prefeito Sidney Foroni, avisa que a partir de hoje (18/maio) a creche Frei Everardo Kremper estaria interditada por dez dias, devido aos casos comprovados de contaminação de crianças pelo vírus H1N1.

Leia Também:  PREFEITO DONATO APRESENTA MUDANÇAS REALIZADAS EM APENAS 1 ANO

Como não havia sido feito informe anterior e mesmo somente foi divulgado pelo Facebook, muitos pais não souberam da interdição e hoje pela manhã foram normalmente levar seus filhos até a creche e ao chegarem lá foram informados da situação. Como medida para contornar a situação, já que muitas pessoas não teriam com quem deixar seus filhos, porque não puderam se programar com antecedência, decidiu-se manter o atendimento da creche hoje até horário de almoço.

Nossa reportagem foi procurar a Secretária Municipal de Saúde, Anália Queiroz, para saber os procedimentos adotados com relação à prevenção de novos casos, bem como que tipo de orientação está sendo dada aos profissionais da Educação do município, que diariamente estão em contato com centenas de crianças. No entanto, até o fechamento desta matéria não recebemos retorno da Secretária.

Também fomos buscar esclarecimentos junto ao Secretário Municipal de Educação, Denilson Alher, especialmente sobre a situação de que se haviam casos confirmados de contaminação pelo vírus H1N1 na creche desde a semana passada, por que somente agora decidiu-se interditar a unidade. Também questionamos por que os profissionais da creche não foram imunizados imediatamente após a confirmação dos casos. Perguntamos ainda que tipo de orientação está sendo dada aos pais e servidores das demais creches e escolas. Porém, o secretário até o momento não nos deu quaisquer explicações sobre os questionamentos.

Leia Também:  Rio Brilhante: Durante abordagem de rotina PM prende homem com revólver Taurus 357

Essas questões que ficaram sem resposta também estão preocupando os pais de alunos e funcionários das escolas e creches do município. Isto porque segundo informações, sequer foram feitas palestras de orientação nas unidades e somente após a confirmação de 2 casos de contágio e tendo ainda mais 2 suspeitos na mesma creche, a Administração Municipal está começando a tomar providências. Esperamos que as  atitudes, a partir de agora, possam ser rápidas e eficazes para evitar que a situação se torne ainda mais preocupante. Confirmados em Rio Brilhante 3 casos de H1N1, previna-se.

DSC04803

 

DSC04806

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

MAIS LIDAS DA SEMANA