URGENTE

RIO BRILHANTE: segundo suspeito de participar da morte de Fernanda da Biz é preso

Publicados
















promoção-drogaria-progresso gif

ppp-1 (1)

Alexandre Neves, delegado de Polícia Civil de Rio Brilhante informou a nossa reportagem que Alessandro foi preso em sua cidade natal.

Por: Olimar Gamarra

f224ebaa-1343-4511-b0c4-2d6c32f1da7d (1)

Alessandro, logo apos ser preso em Alagoas- (Divulgação)

Foi preso nesta quinta-feira (16) Alessandro dos Santos Barbosa,25, ele é o segundo suspeito apontado nas investigações da Policia Civil de Rio Brilhante, envolvido na morte da transexual Fernanda da Biz, ocorrido na madruga de 08 de julho desse ano na estrada na Estiva. A vítima foi atingida por mais 80 facadas e teve a cabeça dilacerada por pedradas.

Alexandre Neves, delegado de Polícia Civil de Rio Brilhante informou a nossa reportagem que Alessandro foi preso em sua cidade natal, Anadia, estado de Alagoas  a 98 Km da capital Maceió e a uma distancia de 2,993 Km de Rio Brilhante. O suspeito teria fugido no dia seguinte ao crime, abandonado a casa onde morava na rua Expedicionário Hugo Gonçalves, vila Nova Esperança e o emprego.

Durante as investigações a Polícia Civil apurou que o alagoano participou diretamente da morte de Fernanda, com oitiva de testemunhas e a confissão do adolescente que foi detido em 20 de julho.

Adolescente de 16 anos (travesti)  foi detido em Rio Brilhante e confessou ter planejado matar a vítima por uma ”rixa” devido a ponto de programas sexuais e para cometer o crime contou com ajuda de Alessandro.

Ao ser preso nesta quinta-feira, Alessandro negou ter participado do assassinato, porem como já estava com mandado de prisão preventiva decretada ficou detido a disposição da justiça.

 

561e7fcb-4fa5-42b7-b84a-00be7cb4ad74

Com 16 anos e varias passagens pela Polícia, travesti foi leva para UNEI- foto- (Olimar Gamarra)

ADOLESCENTE CONFESSA

Leia Também:  Meia tonelada: PRF realiza maior apreensão de cocaína do ano em MS na BR 262

O SIG (Setor de Investigações Gerais) da polícia civil de Rio Brilhante apresentou nesta sexta-feira (20) o resultado das investigações sobre o assassinato da transexual ”Fernanda da Biz” ,40, ocorrido na madrugada do ultimo dia 08, travesti de 16 anos foi quem planejou matar a vítima por uma disputa de um ponto de programas sexuais nas proximidades de movimentada conveniência de bebidas da cidade.

De acordo como delegado do caso Andre Luiz de Mendonça Fernandes o adolescente que já tem passagens pela polícia a princípio apresentou duas versões para o crime. Ele que é travesti, foi detido três dias apos o assassinato.

Em depoimento disse que matou ”Fernanda”, com ajuda de dois rapazes, moradores no bairro Neri Lima e Nova Esperança, que foram presos no mesmo dia e tiveram a prisão temporária decretada, mas os dois negaram qualquer participação no crime e acusaram a travesti de querer ”jogar a culpa” neles.

Durante o decorrer das investigações, os policiais não ficaram satisfeitos com as declarações da travesti e as diligencias prosseguiram.

Na sexta-feira (13), as investigações chegaram até uma pessoa identificada como Alessandro dos Santos Barbosa,25, morador na rua Expedicionário Hugo Gonçalves. Ele foi apontado nos levantamentos como principal suspeito de participar da morte.

Confrontada com essa informação,a travesti acabou confessando que realmente contou com ajuda de Alessandro para matar a transexual.

a582d65c-8350-4ee9-adb8-66ba95d689d9

Local do crime em 08 de julho desse ano – foto- (Olimar Gamarra)

O PLANO

O adolescente informou que tinha como ponto de programas sexuais as proximidades de uma movimentada conveniência de bebidas, localizada na AV. Lourival Barbosa, por ter aglomeração de pessoas, principalmente  homens. Porem de um certo tempo para cá, ”Fernanda da Biz” começou a frequentar o local, com isso o adolescente passou a perceber que a vítima estaria lhe ”atrapalhando” com os programas.

Leia Também:  Equipe de segurança prepara vinda de Michel Temer a MS no sábado

A travesti então decidiu que mataria ”Fernanda”. Na noite de sábado (07) estava próximo a conveniência onde estava também a vítima, imagens de câmeras de monitoramento mostram a presença dela no local, com o plano em mente o adolescente que tinha uma certa amizade com ”Fernanda” a convidou para fazer uso de drogas segundo ele, na região onde o crime aconteceu. Antes disso já havia planejado com Alessandro que foi a pé da conveniência ate o a estrada da estiva onde o crime ocorreu.

O adolescente montou na garupa da moto da vítima e seguiram ate a estrada. Chegando, Alessandro que estava de posse de uma faca já passou a golpear ”Fernanda”, foram mais de 80 perfurações pelo corpo, segundo a travesti, apos não aguentar mais as facadas, ”Fernanda” caiu. Demonstrando frieza no depoimento, a travesti diz que pegou as pedras ao lado da estrada e desferiu as mesmas contra a cabeça da vítima com muita violência. ”Estava com muita raiva dela” disse .

Depois do crime os dois assassinos deixaram o local sem levar nada da vítima. A travesti foi para sua casa enquanto Alessandro tomou rumo ignorado, ele ainda não foi preso.

Os policiais chegaram ate o local onde eles teriam queimados as roupas usados no crime, na tentativa dE se livrar de possíveis provas.

Segundo o delegado estão sendo apuradas mais informações sobre Alessandro que é de outro estado e pode ter fugido da cidade.

O adolescente teve o pedido de internação em uma UNEI aceito pela justiça e já foi encaminhado para Campo Grande.

Os dois rapazes que tiveram a prisão temporária decretada foram ouvidos em depoimento e liberados.

_____________________________________________________________________________________

pppp-1

ppppp-1

MOVELAR-GIF-SEM-FACE

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

MAIS LIDAS DA SEMANA