URGENTE

NOTAS FALSAS EM RIO BRILHANTE

Notas falsas estão sendo despejadas no comércio de Rio Brilhante

A comerciante fez uma postagem alertando os demais amigos do comércio e marcando a página do site Rio Brilhante em Tempo Real.

Publicados
















Uma comerciante do bairro Nova Rio Brilhante, foi vítima de marginais que passaram notas falsas no estabelecimento que faz vendas de salgados.

A comerciante fez uma postagem alertando os demais amigos do comércio e marcando a página do site Rio Brilhante em Tempo Real.

Atenção estão passando notas falsas aqui no comércio do bairro Nova Rio Brilhante! Hj fomos surpreendidos. Que fique de alerta para todos que trabalham honestamente e dignamente. Trabalhamos com salgados de R$ 1,00 e não tá fácil vender nesse período de começo de ano, ainda vem uns bandidos desses e fazem isso conosco. Portanto verifiquem todas as notas que forem pegar porque não sei também se é a primeira vez que isso acontece aqui no nosso bairro.

Alertou a comerciante em sua postagem no Facebook.

Falsificar, fabricar ou alterar moeda metálica ou papel moeda de curso legal no país ou no estrangeiro é crime previsto no artigo 289 do Código Penal. A pena varia de três a 12 anos de prisão e multa. Estará sujeito à mesma pena quem importar ou exportar, adquirir, vender, trocar, ceder, emprestar, guardar ou introduzir na circulação moeda falsa. Mesmo tendo recebido de boa fé, comete crime, com pena prevista de seis meses a dois anos e multa, quem a recebe e a mantém em circulação, repassando a outros.

Os cidadãos também devem estar atentos às cédulas danificadas. Conforme a Lei 8.697/93, toda cédula que contiver marcas, rabiscos, símbolos, desenhos ou quaisquer caracteres estranhos, deve ser retirada de circulação. Quando isso ocorrer, a cédula ou moeda será depositada ou trocada em estabelecimento bancário, que a recolherá ao Banco Central para destruição. A mesma lei estabelece que ninguém será obrigado a receber, em qualquer pagamento, moeda metálica em montante superior a cem vezes o respectivo valor de face.

Já pela Lei das Contravenções Penais (Decreto-Lei 3.688/1941), quem se recusar a receber pelo seu valor a moeda legal do país está sujeito a multa. O decreto proíbe ainda usar como propaganda qualquer impresso ou objeto que possa ser confundido com moeda.

 

Até o fechamento desta matéria a vitima não teria registrado na delegacia o boletim de ocorrência, neste caso a policia deve ser comunicada imediatamente.

Leia Também:  MORADOR DE ANDRADINA/SP É PRESO PELO DOF COM MAIS DE 180KG DE MACONHA

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MAIS LIDAS DA SEMANA