URGENTE

ÁGUIA NEGRA ELIMINADO DO ESTADUAL 2021

Águia é eliminado do estadual , PM usa bala de borracha e jogadores vão parar na delegacia

Aquidauanense venceu por 3 a 1. Jogo foi interrompido por 20 minutos, por causa da confusão envolvendo jogadores do Águia Negra e a PM.

Publicados
















Aquidauanense vence e Águia Negra é eliminado do Campeonato Sul-Mato-Grossense. Foto: JD Dervalho

O Aquidauanense venceu o Águia Negra por 3 a 1 na tarde desta quinta-feira (15), no estádio Nororeste. Com essa derrota, e com a vitória do Operário na outra partida, o time de Rio Brilhante está eliminado do Campeonato Sul-Mato-Grossense.

A partida foi marcada pela superioridade do Aquidauanense. O Águia Negra estava irreconhecível em campo. Mas o principal destaque foi a confusão entre os jogadores do Águia Negra e os policiais. Teve disparo de bala de borracha, policial correndo atrás de jogador, técnico expulso e atleta conduzido à delegacia.

Antes da confusão

O Águia Negra precisava do resultado, pra não dar adeus à competição, mas quem pressionava era o Aquidauanense. Com o time completo e tranquilo por já estar classificado, o Azulão entrou à vontade na partida e levava muito perigo, principalmente nas cobranças de escanteio do Juninho pela direita.

O Águia Negra tentava sair no contra-ataque. Na cobrança de falta, a bola foi levantada na área e Xavier cabeceou com muito perigo. Mas, o elenco do Águia estava tenso, fazia falta e começou a receber cartões amarelos logo nos primeiro minutos.

O Aquidauanense conseguiu mais um escanteio. Desta vez pela ponta esquerda do ataque. Na inversão de lado veio a felicidade de Juninho. O meio-campo levantou a bola na pequena área e Mauro cabeceou no cantinho pra abrir o placar. O goleiro Tafine ficou só olhando, parecia não acreditar.

Leia Também:  Amigos e familiares lembram Samuel com camisetas e pedido de justiça

Aos 36 minutos, o Aquidauanense saiu tocando de pé em pé. Jô foi pra linha de fundo e cruzou pra dentro da área. Léo Mineiro se jogou pra desviar a bola pro fundo da rede. Dois a zero.

Segundo tempo

No intervalo, o técnico Rodrigo Cascca mexeu por atacado. Trocou 3 jogadores que receberam cartão amarelo ainda na primeira etapa. Mas o treinador não teve tempo pra saber se a estratégia iria funcionar. Com menos de 1 minuto, o que o Águia não queria aconteceu.

O Aquidauanense deu o ponta pé inicial na segunda etapa. O time começou a tocar a bola no campo de defesa. Jô recebeu a bola na lateral esquerda e resolveu se aventurar. O lateral saiu fazendo fila no meio de campo, tabelou com Léo Mineiro, invadiu a área e soltou a bomba. Um golaço de Jô, 3 a 0.

Aos 15 minutos teve apagão da defesa azul. Xavier dominou dentro da área e na hora de bater pro gol escorregou e caiu. Os zagueiros do Aquidauanense ficaram olhando pra bola, Daniel foi mais rápido se antecipou aos defensores e mandou pro fundo da rede. Aquidauanense 3, Águia Negra 1.

Confusão geral

Aos 24 minutos Daniel fez falta e foi expulso. Enquanto o jogador do Aquidauanense recebia atendimento, houve um princípio de confusão. Comissão técnica, gandulas e jogadores das duas equipes começaram a se empurrar em campo.

Leia Também:  Polícia apresenta acusados de roubo de caminhonete em Rio Brilhante: ordem para o crime partiu de presídio

A polícia entrou em ação, mas o empurra empurra, não parou. Um dos policiais disparou com munição de borracha em direção aos jogadores do Águia Negra. Xavier reclamou bastante dizendo que havia sido atingido, mas isso ainda não está confirmado.

Os jogadores do Águia ficaram ainda mais indignados com os PMs. Em meio ao bate boca, um dos policiais afirmou ter sido desacatado pelos jogadores e deu voz de prisão ao zagueiro Virgulino.

O jogador saiu correndo, atravessou o campo, sendo seguido pelo policial e se escondeu no vestiário. Depois de 20 minutos de muita conversa. Os times voltaram a campo. O técnico Rodrigo Cascca foi expulso.

Segundo informações da rádio Avenida, após o jogo, o técnico Cascca e os jogadores Xavier e Virgulino foram à delegacia para prestar esclarecimento. O treinador e os atletas teriam seguido para o DP no carro do presidente do Aquidauanense.

Recomeça o jogo

Depois da paralisação a bola rolou. O Águia Negra voltou ainda mais abalado. O Aquidauanense pressionava muito e teve várias oportunidades, mas faltou capricho na finalização. Depois de 1 hora de jogo, só no segundo tempo, a partida terminou 3 a 1 para o Aquidauanense.

 

Policial militar corre atrás do jogador Virgulino depois de anunciar voz de prisão. Imagem: Reprodução TV Águia Negra

Jogo ficou parado por 20 minutos por causa da confusão em campo. Foto: JD Dervalho

Rodrigo Cascca conversa com policiais antes de seguir à delegacia para esclarecer os fatos. Foto: JD Dervalho

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MAIS LIDAS DA SEMANA