URGENTE

ESTADUAL 2020

De olho no apito! Torcedores do Águia Negra contestam arbitragem da final do estadual

Outro integrante da Torcida Organizada do time de Rio Brilhante, Edgar, lembrou que em outras ocasiões o mesmo Vollkopf também já falhou contra o Águia Negra, ambas contra o Comercial, em 2015 e 2016,

Publicados
















Foto Divulgação

O Águia Negra entra em campo neste domingo, contra o Aquidauanense, para o primeiro jogo da decisão do campeonato sul-mato-grossense – 2020, no Ninho da Águia em Rio Brilhante. Entretanto, os torcedores, especialmente a torcida organizada, já mostra uma certa preocupação especialmente com o retrospecto do árbitro responsável pela segunda partida da final em Aquidauana, Paulo Henrique Vollkopf, que tem deixado a desejar em algumas partidas decisivas do Águia Negra, na avaliação de torcedores do clube.

Para o presidente da torcida organizada “Máfia Rubro-Negra”, Edilson Farias, desde 2014 esse árbitro está errando costumeiramente contra nosso time.

“Nunca vou me esquecer do jogo da final em Campo Grande em 2014, onde o Wollkopf errou duas vezes, os dois lances originaram os gols do CENE. Em especial no primeiro gol onde houve falta clara no goleiro Filipe. Se existisse VAR com certeza o gol seria anulado”,

avaliou o torcedor.

Outro integrante da Torcida Organizada do time de Rio Brilhante, Edgar, lembrou que em outras ocasiões o mesmo Vollkopf também já falhou contra o Águia Negra, ambas contra o Comercial, em 2015 e 2016,

“Entendo que erros acontecem são muitos fatores que levam a isso, mas esperamos que erros como esses citados não interfiram no resultado da partida. Vale lembrar que o Salamazio errou feio também contra o Comercial, erros que podem ter contribuído bastante para ter tirado o time da final”,

ressaltou.

Leia Também:  Guarda Municipal de Dourados recupera motocicleta furtada de pátio do Detran

A reportagem procurou o presidente do Clube, Iliê Vidal, o mesmo preferiu não entrar em polêmicas,

“o torcedor tem sempre razão, de fato houve alguns fatos que não nos agradou, mas quem me conhece sabe que nunca fui de reclamar ou protestar contra qualquer árbitro que seja, e eu espero que os árbitros das duas finais possam fazer seus trabalhos de forma correta sem interferir no trabalho dos atletas dentro do campo,”

ponderou o presidente.

 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MAIS LIDAS DA SEMANA